Vila Mimosa - TD's

Moderadores: PRELUDIO, PHT

Vila Mimosa - TD's

Mensagempor Spider » 10/11/2002 15:24:00

O lugar é um lixo mesmo, me lembro que o preço era 20 pratas por vinte minutos. Coisa pro OJapa... Mas apesar de tudo se você garimpar bem acaba achando garotas que mereciam coisas melhores, a concorrência hoje é tão grande que algumas acabam indo pra lá.

Já conversei com algumas que disseram ganhar mais lá do que em termas. Tem até garotas de fora do Rio que vem pra cá de 15 em 15 dias só pra faturar um pouco e depois voltar.

Pra quem curte aventura e está ruim de grana é só ir lá e tentar a sorte. E não seja maluco de não usar camisinha!!
<MARQUEE DIRECTION="LEFT"> " Eu cavo, tu cavas, ele cava, nós cavamos, vós cavais, eles cavam... Não é bonito, mas é profundo. "</MARQUEE>
Spider
 
Mensagens: 13
Registrado em: 13/12/2001 17:42:00
Localização: Rio de Janeiro - RJ- Brasil

Mensagempor Viciado em GP » 01/01/2003 19:07:00

Blz Galera?? <BR> <BR>Acabei de chegar do Rio e adivinham onde fui??? <BR> <BR>eheheheh!!!!! <BR> <BR>Fui conhecer este tão famoso local de abate da cidade maravilhosa!!! primeiro dia em que estou na cidade(28/12), depois de passar umas 5 horas só cachaçando, meu amigo me fala: E aí, vamo pra Vila?? Eu, com muito querosene no sangue, nem pensei duas vezes e já pegamos um táxi em direção ao lugar!!!! <BR> <BR>Chegando lá pensei: Puts, abriram as portas do Inferno!!!! Mas como estava lá, o jeito era abraçar o capeta!!!! Bom, demos uma volta na rua escolhendo a vítima!!! huahuahua!!! <IMG SRC="images/smiles/icon_rola.gif"> <IMG SRC="images/smiles/icon_rola.gif"> <BR> <BR>Escolhida a vítima, partimos para a negociação: o que era R$25,00 por vinte minutos virou R$20,00 por meia hora!!!! <BR> <BR>Fiquei com uma moreninha mignon, bem ajeitadinha, gostosinha e que trepava bem pra karaio!!! Em meia hora ela fez mais posições do que muita garota faz em uma!!! E o impressionante é que ela me fez gozar, mesmo eu estando com mais álcool do que sangue nas veias!!! Muito boa!!! Se não me engano o nome dela era Melissa. <BR> <BR>Meu amigo pegou uma loirinha também ajeitada e gostosa e pelo o que ele relatou tbm trepa bem pra karaio!!! <BR> <BR>As acomodações não são de nenhum hotel 5 estrelas, são uns quartinhos onde só tem a cama e um ventilador. Banho lá nem pensar!!! Meu amigo ainda teve sorte que pegou um quarto com ar condicionado!!! Chique!!! <BR> <BR>Bom, lá é bem trash mesmo, muitas meninas nas ruas e nos bares, mas tem uns filézinhos lá que poderiam estar tranquilamente cobrando bem mais do que cobram lá em um bom privê, e como disseram os colegas, o ambiente se for parar para analisar friamente é bem deprê, mas pra que tava com várias canas na cabeça, tava bom demais!!!! <BR> <BR>[]'s <BR> <BR>Viciado
[addsig]
Viciado em GP - O Original!
Avatar do usuário
Viciado em GP
EX-COORDENADOR DO FSD
EX-COORDENADOR DO FSD
 
Mensagens: 163
Registrado em: 09/12/2001 17:38:00
Localização: São Paulo - SP - Brasil

VANESSA - VILA MIMOSA - CASA 42

Mensagempor DANTE » 25/02/2008 09:29:09

Logo que adentrei à VM, um amigo me ligou, estava próximo, nunca tinha passado pela Rua Sotero Reis, aceitou conhecer a Vila.

Antes não tivesse ido, já chegou incomodando.

- Pó, Dante, isso aqui cheira a churrasco de gato. – Começa esculachando.

- Mas churrasco é cheiro de Festa, é disso que eu gosto.

- Pó, mas só tem Paraíba nesse troço. – Novamente, esculachando.

- E você pensa que é o que, meu parceiro? Sueco? Aqui todo mundo é Paraíba, Cearense, Gaúcho, Mineiro. Aqui todo mundo é brasileiro e duro. Tem que ter orgulho disso.

- Pó, cheio de poça d’água isso aqui, deve ser o maior foco de dengue.

- Caraca, tu é chato pra cacete! Em vez de olhar pras bundas, fica procurando o Aedys aegypti. Putz!...

- Vou nessa, Dante. Isso aqui não dá pra mim, não.

E ele foi!...

Resumindo com a sabedoria Tiririca: ele é “viado”, mas é meu amigo. (e escrevo “viado” porque dizem que escrever “veado” é coisa de viado.)

Sorte que eu encontrei logo depois o elétrico Marcelo Azevedo e o grande mágico de OZ.

Ficamos fazendo uma análise crítica do ambiente até que eu senti um olhar... Uma mulatinha gostosinha me fitava, era a Vanessa. Senti um clima!...

Pedi licença aos honoráveis colegas, o homem elétrico Marcelo Azevedo e o imbatível mágico de OZ, fui falar com a menina.

Mal chego e ela lança suas armas:

- Cara, ainda bem que você veio, porque eu estava indo até você. Adoro homem com o seu porte, você tem um charme... – Chamo isso de cantada triathlon: ela me apunhalou, fuzilou e depois pisou em cima. Como resistir?

- Eu também te achei linda, por isso estou aqui. – A porra da falta de criatividade nessas horas é flórida.

- Passa seu telefone pra mim, quero sair com você pra conversar. – Outro golpe no meu combalido coração.

- Passo, mas tem como anotar?

- Vamos lá dentro. – Ela convida.

No meio do corredor que dava acesso a Casa 42, ela me encurralou e mandou um beijo em minha boca.

Obrigado, Agronopólos, o Deus dos Putanheiros solitários.

Ficamos por algum tempo num sarro-espetáculo num corredor escuro que dava acesso a Casa. Bom demais! Não deu pra segurar!

Masmorra!

LimPa, ar-condicionado, chuveiro ao lado. Gostei!

A Vanessa mergulhou com profundidade num boquete concentrado e sem capote. Foi arrancando a minha calça enquanto chupava, gemia igual a gata no cio. Poderosa!

O singular é que ela estava vestida com uma roupa normal: calça jeans, top, bem arrumadinha.

Ela se despiu rápido e começou a se esfregar em cima de mim, me ofereceu os peitinhos durinhos e pequenos, ficou de quatro para me mostrar sua bundinha e uma ilegível marca de biquíni.

Continuava gemendo como cabra excitada, a Masmorra tremia!

Sentou por cima de mim e iniciou uma cavalgada frenética. Mexia, rebolava, pulava...

Tenho que agradecer novamente: Obrigado por esta benção, Agronopólos!

E o velho Dante sucumbiu numa gozada antológica! Nocaute!

Ao sair dos domínios da Masmorra, procurei os colegas mágico de OZ e o homem 100 volts Marcelo Azevedo, não os encontrei. Talvez, já tivessem partido pela yellow brick road. Fiquei sem saber.

Lá fora, o fiel Sucatão me esperava, sereno e paciente.

Ligo o rádio e decolamos sobre o asfalto ao som da Rainha Teen, Britney Spears.

Mais uma noite, mais uma mulher...

DANTE
Imagem
.
Imagem
Avatar do usuário
DANTE
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
 
Mensagens: 243
Registrado em: 17/02/2008 10:42:51

VIVIAN - VILA MIMOSA - CASA 01 - TD

Mensagempor DANTE » 25/02/2008 09:45:00

Depois de redescoberta deste universo fantástico que conhecemos como por Vila Mimosa, meu afastamento das Termas e das mulheres envernizadas se tornou um fato justificável.

Segunda-feira, 22h:00, Sucatão na baia e invado a VM, nossa “Casas Bahia” do Sexo.

A atmosfera estava sem turbulências, dia semelhante ao domingo, mas a quantidade de mulheres era menor.

Inicio minha caminhada meditativa pelos corredores abençoados, é um momento sagrado, é o momento da escolha!...

Dou os primeiros passos e vislumbro dentro da Casa 01 uma Morena ouro que me fez sentir um figurante daquela seqüência de “Menino do Rio”, o “Garota Dourada”.

Vivian, outra que entrou para a minha Categoria “Créu, as Saradas da Mimosa”.

Morena dourada, a pele tem um bronzeado impressionante; barriguinha tanquinho; cabelos curtos, castanhos claros, na altura dos ombros; rosto bonito, agradável de se olhar; coxas grossas e chamativas; seios pequenos, mas apetitosos.

Vestia um shortinho rosa e um top sumário. É uma mulher muito atraente.

Conversamos um pouco, fiz minha sondagem básica e confirmei que era uma garota liberal. Sem mais a dizer...

Masmorra!

Acomodações limpas, ar-condicionado tão potente que cheguei a sentir frio, roupa de cama trazida pela menina, ambiente em meia-luz.

Fecha-se a porta e ela me beija com vontade, passando uma das mãos por trás da minha nuca e a outra alisando suavemente meu membro.

Percebi que a transa seria quente...

Ela tira a roupa e confirma o corpão que eu já desconfiava que tivesse.

Avança num delicioso boquete sem capote, boquete estudado, dedicado, bem aplicado. Uma maravilha.

Enquanto me chupa, agachada na cama, fico observando aquele bundão lindo lançado para o alto. A vida é um espetáculo!

E ela vai mamando sem trégua, se eu permitisse, provavelmente, poderia finalizar ali mesmo, naquela boca quente.

Então ela vem por cima e começa uma cavalgada heróica em direção ao orgasmo venerado.

Os gemidos de uma mulher trepando na cabine ao lado me deixaram mais excitado ainda, nunca escutei uns gemidos tão excitantes como os que eu ouvi hoje na cabine ao lado da que eu estava. Pena que eu não vi quem era a mulher, valia uma transa só pra ouvir os gemidos...

A Vivian cavalga com a firmeza de uma Amazona experiente, rebola, pula, esfrega. Delícia!

Entusiasmado com aquela cavalgada antológica e pressionado pelos gemidos pra lá de eróticos da cabine ao lado, não me restou outra opção: Gozei!

A Vivian atende por fora e por um valor inacreditável para uma mulher do porte dela.

Outro detalhe importante e agradeço o Forista Marcelo Azevedo por ter me atentado para isso: elas topam fácil ir a Clubes de Swing e pedem bem pouco para fazer companhia. É uma opção para quem busca uma boa parceira por um valor justo.

Fica mais uma dica!

Abs,

DANTE
Imagem
.
Imagem
Avatar do usuário
DANTE
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
 
Mensagens: 243
Registrado em: 17/02/2008 10:42:51

SULA - VILA MIMOSA - CASA 54

Mensagempor DANTE » 25/02/2008 09:47:50

Domingo, 22h:00, nunca havia ido à VM num domingo.

Encaixo o Sucatão na sua vaga cativa e caminho até o Eldorado do Sexo.

A freqüência masculina era bem reduzida, a presença feminina também não se comparava aos dias de sexta e sábado.

Para ir à Vila Mimosa, o Putanheiro precisa possuir aquele espírito de Indiana Jones sexual. Ele tem que saber que está entrando num Território perdido no meio da Selva Urbana, um lugar com suas próprias regras. Acho que na Vila Mimosa até as Leis da Física são corrompidas.

A busca teve resultado rápido, vejo uma Cavala dançando na sacada da Casa 54, só de observá-la meu fôlego ficou comprometido.

Sula... 33 anos; 1,70 de morena; cabelos compridos e lisos escorrem como queda d’água até as fronteiras da sua cintura; olhos negros e puxadinhos; barriguinha zero; o sorriso tem o poder de um reboque, puxa você para onde quiser; bunda linda, grande, bem feita; pernas grossas e torneadas. A Sula é mais uma da Categoria “Créu”, são as Saradas da Mimosa .

Emparelhei e fui recepcionado por um “boa noite” numa voz que me tonteou... Que voz!!!! Simpaticíssima, é disposta a tudo, nos recebe como se falasse com um velho conhecido, é convincente e nos faz decidir ficar com ela no ato.

Masmorra!

As acomodações da Casa 54 seguem um padrão de limpeza raro na VM; é provida de ar-condicionado eficiente, tudo geladinho; possui banheiro com chuveiro e a iluminação é uma meia-luz sofisticada para os padrões VM.

As portas da Masmorra se fecham e a Sula me agride com um beijo de namorada safada, beijo gostoso. Mostra ao que veio. Tira a roupa e exibe tudo aquilo que Michelangelo não conseguiu alcançar, se ele criou David, Deus esculpiu Eva e ela estava ali na minha frente, o Pecado Original...
Abocanha-me num boquete dedicado, sem pressa, quer dar prazer. Fico curtindo a viagem, quando sinto que estou chegando na fronteira final, peço que ela fique de quatro...

Que bunda!... A satisfação de ver aquela bunda de quatro, expondo a marquinha de biquíni mínima, um biquíni safado, que é marca registrada de todas as Putas depravadas, como se fosse marca de gado, a satisfação de admirar aquela bunda perfeita já valeria uma pequena fortuna.

Introduzo... Ela geme, lança o cabelão para trás, senti que ela queria que eu puxasse, eu puxo, ela geme mais, pede pra eu comer forte a cachorra, eu como. Delícia! A xana da Sula parecia que tinha sido aquecida em forno de microondas, estava quente. Meto e ela rebola, geme, grita.

Santa Vila Mimosa, Batman!

Gozei, gozei, gozei, gozei... Sensacional!

Para continuar compondo meu Catálogo de Fodas Descomunais, solicito o telefone da menina e ela me oferece sem receios. Sai por fora e deve ser muito melhor do que lá dentro.

Catalogada!

Retorno ao Sucatão que me esperava fiel em sua baia fixa.

Viva a vida! Viva a Vila!

DANTE
Imagem
.
Imagem
Avatar do usuário
DANTE
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
 
Mensagens: 243
Registrado em: 17/02/2008 10:42:51

CAMILA - VILA MIMOSA - CASA 2 - TD

Mensagempor Axl Rose » 26/02/2008 23:32:22

Mais uma vez venho escrever a vocês, e saindo da parte da sonegação , o TD realizado na data de 12/02/2008, mais uma vez no evento que tem se tornado um dos maiores dos fóruns o VERÃO VILA MIMOSA, o bicho tá pegando, o Brasil tá crescendo e cada vez mais os desbravamentos e descobertas têm sido com grande êxito! Vamos ao que interessa.

Chegando na Vila com os amigos MALDITO E DANTE, rumamos para o local do encontro, nos juntando a dois foristas de outro fórum. Tomamos umas cervejas e partimos para o "tour" na Vila.

Posso dizer que o VERÃO VILA MIMOSA é uma REVOLUÇÃO SEXUAL! O lugar tá bombando, muitas mulheres boas no recinto. E sem precisar peneirar muito.

Enfim...depois de 2 td´s realizados pelo DANTE, eu e MALDITO, fomos caçar. E nos demos bem. Ele encontrou a Diana e eu a CAMILA, vizinhas de casa. Sensacional!!!


Enquanto ele subiu, fiquei conversando com a CAMILA e fazendo a famosa entrevista, para saber da liberalidade da perva. Enfim...não muito liberal no boquete, me disse que fazia só com camisinha, mas que ia me beijar na boca pois achou minha boca pequena e linda.

Subimos para a masmorra da casa e chegando lá uma surpresa: o ventilador não funcionava. Ela vira-se pra mim e me manda esperar, porque eu merecia uma masmorra com ar.

Ela volta...fomos para a masmorra VIP. Chegando lá, ela já vai beijando a minha boca. Opa! Esqueci de descrevê-la: Loira, 1,80 aproximadamente, seios médios, bunda grande,coxas grossas e rosto lindo. Parece que o rosto dela foi desenhado. Loira e cabelos até na altura do meio das costas e liso. Sensacional!

Retomando...o beijo dela foi muito gostoso. Ela senta-se na cama, encapa o boneco e boca nele! O boquete dela é tão profundo que quase gozei na camisinha. Pedi para que ela parasse. Ela deita na cama, fica na posição de frango assado e começo a bombar ali. Ela gemendo, me puxando contra ela, passando a mão pelas minhas costas e apertando com as unhas. Muito bom! Bombando ali por mais uns 5 minutos, não aguentei, gozei! Me levantei com as pernas bambas. Pedi que ela pegasse uma água pra mim e pra ela, a fim de que ficássemos relaxando na masmorra VIP. Pedido feito, pedido atendido.

Ela me revelou que é pedagoga em Magé, estado do RJ, e que trabalhava ali somente no verão, pois estava de férias e tinha que ter uma renda extra. Ela é inteligente e tem bom papo. Enfim...

TD terminado e com a máxima certeza de que amores de verão existem, e, no próximo verão estarei lá com a minha DEUSA LOIRA CAMILA.

Cito até alguns versos em homenagem a esse belíssimo encontro.

" Não aprendi dizer adeus, mas deixo você ir...amores vem e vão, são aves de verão...o inverno vai passar...e você vai voltar pra mim".

O total gasto foi:

R$ 20,00 da menina
R$ 5,00 da masmorra VIP
R$ 1,00 da camisinha
R$ 1,00 da água mineral sem gás

Total: R$ 27,00 por meia hora de foda bem dada.

Essa adquiriu o selo AXL ROSE de qualidade.

Abraços à todos!
Quem quer rir tem que fazer rir!
Avatar do usuário
Axl Rose
 
Mensagens: 34
Registrado em: 24/02/2008 23:19:18
Localização: Rio de Janeiro

ESTELA - QUEEN 46 - VILA MIMOSA - TD

Mensagempor Axl Rose » 26/02/2008 23:38:36

TD realizado em 03/01/2008.

Depois de uma passada rápida na Termas Champagne com meu amigo DANTE, fomos ao encontro de MALDITO, seu amigo e uma GP. Pois bem.

Como MESTRE DANTE já tava de encontro marcado com uma morena, fiquei sentado com MALDITO e cia numa mesa bebendo.

Vendo meu nervosismo, MALDITO me chama e vamos dar uma volta. Não achamos nada de bom. Vila vazia e até garimpando tava complicado.

Voltamos ao ponto de encontro na QUEEN 46 e MESTRE DANTE já nos aguardava no local. Conversamos, bebemos, comentários do TD do DANTE...eis que vejo ESTELA: Loirinha, cabelos quase brancos mesmo, mais ou menos 1,63 de altura, seios pequenos, bundinha média, pernas grossas, rosto bonito.
Ela me chamou atenção, pois estava de top e bermudão florido. Porém, ao dançar, ela deixava e bermuda cair e estava de calcinha fio dental, totalmente cavada. Ao ver essa cena, não pensei duas vezes: FUI!

Nos apresentamos, e perguntei como era o programa. Ela, de forma muito simpática, diz que BEIJA NA BOCA (Para quem disse que isso não existe na Vila Mimosa, existe sim!), oral com camisinha e não faz anal. Como não ligo muito para anal e boquete de camisinha é algo dentro da normalidade, fomos caminhando para a masmorra. Essa de fato era masmorra! PUTA QUE PARIU, ventiladorzão coletivo, mas NEM LIGO, ia fuder e fuder BEM!

Quando passamos da primeira porta, parecia que ESTELA incorporou o capeta. Foi me tascando um beijão de lingua, beijo profundo, de cinema! Aí vi que a coisa ia fluir bem e que a famosa química tinha rolado.

Ao entrármos na masmorra, enquanto ela ia forrando a cama, ia esfregando a bunda do meu pau, rebolando e falando:

- Gostosinho, você não vai dar conta de mim.

Eu digo:

- Você vai ver!

Aí as roupas foram sendo tiradas, pensei comigo mesmo: É HOJE! VUCO-VUCO!!!

Ela logo abre a camisinha e vai encapando meu pau, porém ela observa e fala:

- Nossa, que pau cheiroso.

Ela deixou a camisinha só na ponta da cabeça e foi chupando até as bolas. Passando a língua perto do freio do pênis, me deixando maluco. Eis que ela pega, joga a camisinha fora e chupa sem camisinha! Foi mgistral o boquete, um dos melhores que já fizeram em mim!

Após isso, eu sentei na cama, ela veio por cima, e começou a cavalgar. Uma cavalgada com força e que bucetinha linda ela tem. Apertadinha, talvez seja até pelo tamanho dela, e rosinha. Bucetinha rosinha, linda! Ela se vira para mim e diz que cansou. A boto no PPMM e fico ali bombando por uns 8 minutos, até que eu e ela gozamos juntos! A mulher é fora de série; goza, sente prazer! Nos abraçamos forte e ela gemendo, eu tb, parecia um cavalo comendo uma égua! Foi demais! Uma mistura de sexo forte com namorada safada. Saí em êxtase.

Quando acabou ela pega e diz:

- Não levei fé que você ia dar cabo de mim.

Eu falo:

- Você abriu em AXL o apetite de Leão. O Apetite da destruição...

Ela olha no fundo dos meus olhos e diz:

- Quero sair com você fora daqui. Quero fazer você gozar e gozar muito com você gostoso.

Me passou o telefone, mas não permite que passe a outros, pois é particular.

O preço disso tudo? R$ 26,00 (vinte e seis reais) por 30 minutos com essa mulher: baixinha, mas com fome de Leoa! Vale muito a pena!

Quero dedicar este TD ao MESTRE DANTE e meu AMIGO MANO MALDITO, que estiveram presente e viram o quanto eu saí suado deste primeiro TD de 2008 e tomaram muita cerveja comigo, torando assim a noite extremamente divertida e agradável.

Um abraço à todos e ABAIXO O PRECONCEITO CONTRA A VILA MIMOSA!!!
Quem quer rir tem que fazer rir!
Avatar do usuário
Axl Rose
 
Mensagens: 34
Registrado em: 24/02/2008 23:19:18
Localização: Rio de Janeiro

KELLY - VILA MIMOSA - 3º CORREDOR - 1ª CASA - TD

Mensagempor Axl Rose » 26/02/2008 23:42:44

Boa noite amigos; TD realizado em 17/02/2007.

Como diz o MESTRE DANTE:"Um dia é de má sorte e o outro do muito boa sorte: os desbravamentos têm estes dois lados da moeda".

É com estas sabias palavras que inicio este TD com a Kelly, na Vila Mimosa, na parte da TARDE. Isto mesmo, DOMINGO DE TARDE!

Muitos de vocês podem estar pensando: Porra, o AXL é doido. O que ele foi fazer na VM em pleno domingo de tarde?

Pois é...após uma prova de arrasar quarteirões, nada mais merecido do que desfrutar dos prazeres que a Vila Mimosa nos oferece, em ter sexo 24h por dia disponível e bom custo benefício se houver "peneira".

Pois bem...voltando da PUC, passo pela Vila Mimosa. Um sol de rachar, Vila vazia, algumas entregas de cervejas e refrigerantes em frente aos corredores e casas, e poucas pessoas circulando pelas redondezas.

Dei a primeira volta nos corredores, muitas casas sendo lavadas, aquela água turva, suja, descendo as mini-ladeiras, passando pelos meus pés, protegidos pelo meu tênis. (Ainda bem). Vi algumas meninas interessantes, TDzáveis, mas ainda era tempo de garimpar mais. Recebi alguns convites, algumas patoladas no saco, mas estava certo que partiria para a segunda volta.

A Kelly fica no segundo corredor, após o corredor sem saída, logo na primeira casa localizada a esquerda. É fácil de localizar esta casa, tendo em vista que tem umas janelas bonitas de madeira.

Quando ia iniciar a segunda volta, vejo a loirinha na porta da casa. Parei e fiquei olhando pra ela. Estava vestida de calça jeans, sandália preta plataforma, uma blusinha preta; ela é loirinha, olhos castanhos, rosto muito bonito. Fiquei por um momento chocado, pois pensei que ela nem ali trabalhava. Você a olhando, pensa que é uma mulher que está ali fazendo uma pesquisa de campo para monografia ou algo do tipo. Enfim...

Ela reparou que eu estava ali a observando e veio perto. Ela fala para mim:

- Oi gostosinho, vamos fazer um amor bem gostoso?

Nem precisou falar mais nada. Subimos rumo as masmorras do sexo mimoso!LOL

Chegando lá, me impressiono: ar condicionado! Perfeito!

Ela já chega me sentando na cama e dizendo:

- Que bom que você apareceu por aqui. Tô vendo que você é limpinho. Vou aproveitar essa meia-hora que tenho direito.

Risos de ambas as partes, ela começa a beijar minha boca com vontade. Beijo correspondido e muito gostoso.

Nos despimos e eu sentado na cama, ela olha pro meu pau e diz:

- Nossa, que bom! Cheirosinho e limpinho. Vou abrir uma exceção: você vai ganhar uma chupada sem camisinha.

Fiquei ultra satisfeito, tendo em vista que a maioria das pervas que labutam na VM chupam encapado. Ficou uns 10 minutos chupando e olhando pra mim. Foi uma bela chupada, muito boa. Pedi que ela parasse pois queria sentir a bucetinha dela.

Mandei ela ficar de quatro e comecei a bombar com ela de quatro. A visão é muito boa. Não demorei uns 3 minutos, enchi a camisinha de leite, esvaziando o saco, ficando desestressado. Muito bom!

Esqueci de detalhar o corpo da menina: ela é loirinha, olhos castanhos, rosto de traços finos. Ela tem seios médios, tem uma bunda média e é magrinha. É muito bonita e atraente.

Voltando...após o prazer, conversamos um pouco até acabar o tempo. Ela me disse que labutou na BIA MASSAGENS, que fica no Ed. Avenida Central e que saiu de lá, pois era muito descontada, coisa que acontece menos na Vila Mimosa.

Ela me disse também que só trabalha durante o DIA na Vila Mimosa, pois ela tem uma filhinha de 5 anos, que fica com a mãe dela e para a mãe dela ela diz que é promotora de vendas de uma rede de supermercados. Me disse também que de noite a frequencia não é muito boa e que ela pode e seleciona com quem ela sobe. Shocked Laughing

Tocou a campainha, hora de voltar para casa. Dormir, e esperar a hora de correr na Orla de Ipanema...

O custo de tudo isso foram R$ 26,00 (vinte e seis reais). Vale muito a pena pra quem pode dar uma circulada na SURPREENDENTE E UNDERGROUND Vila Mimosa.

Abraços para todos!
Quem quer rir tem que fazer rir!
Avatar do usuário
Axl Rose
 
Mensagens: 34
Registrado em: 24/02/2008 23:19:18
Localização: Rio de Janeiro

ALESSANDRA -VILA MIMOSA - TD

Mensagempor Al Swearengen » 27/02/2008 20:05:40

TD realizado no início de janeiro, dentro do evento Verão Vila Mimosa. Encontrei com o Maldito, o Dante e o Axl Rose e estava à cata de uma mina chamada Estela. Ela não apareceu. Rodei, rodei e, na quarta casa à direita, pela segunda entrada do beco, vejo a Alessandra. Conheci a garota a mais ou menos uns 6 anos, no malfadado puteiro da Jô, na travessa do Ouvidor. Depois voltei a conferi-la na 502. Entre isso, soube que ela teve breve passagem pela 4x4. Apesar do tempo, nos reconhecemos com facilidade. Ela é lourinha, cabelos lisos, bonitinha, branquinha e um pouco alta. Apesar dos anos, não perdeu a graça. Conversamos, nos separamos, nos reencontramos e subimos prá masmorra.

Como já me conhecia, rolou o bolagato no pelo. Depois camisinha e metida gostosa no ppmm e finaliação de 4. O ritual de foda da vm é isso, rapidinho, nada especial, quase sempre bastante burocrático. Mas com ela, pelo nosso conhecimemto anterior, foi mais agradável. O cu eu já comi de outras vezes e ela libera por mais um pouquinho. Dessa vez não rolou. Conversamos mais um pouco e dei uma carona prá ela até o hotel onde ela ia dormir na praça da Bandeira. Nos despedimos com beijinhos carinhosos e combinamos de fazer um programa mais calmo num motel da vida. Mas por enquanto ainda não rolou.
Let The whores come!
Avatar do usuário
Al Swearengen
EX-COORDENADOR DO FSD
EX-COORDENADOR DO FSD
 
Mensagens: 28
Registrado em: 06/11/2007 09:46:07

RAFAELA - VILA MIMOSA - TD

Mensagempor Al Swearengen » 27/02/2008 20:08:59

Passei anos sem aparecer na vm e, em minhas incursões recentes, tenho tido bastante sorte, com experiencias bem mais interessantes que as que tive até cerca de 2001, quando frequentei bastante o antro trash. A mais recente delas se deu na madrugada de 5a feira, 24/01. Após vários chopes com um amigo, voltava para casa e não resisti em dar uma entrada à direita na praça da Bandeira.

Circulei um pouco. Na vilazinha mais escura, entre o beco e a boate, vejo uma menina bem simpática na casa 3. Era a Rafaela. Cabelo não muito liso e pintado de louro, rosto que não chega a ser bonito, mas bastante agradável. Ela e baixinha, magrinha e tem um corpo de ninfeta, apesar dos 28 anos e 2 filhos declarados. Simpatizei com ela, convidei para uma cerveja, bebemos, conversamos e subimos.

Daí começou um td surpreendente. Primeiro por que ela me agarrou e começou com beijos na boca bastante entusiasmados, meio que num clima de ficada adolescente, enquanto arrancavamos nossas roupas. Parou de beijar prá botar a camisinha e chupar. Em quanto isso, fui apalpando a buça e sinto ela molhadinha. Não resisti, e como ela disse que ainda não tinha dado naquela noite, caí de boca.
l
Com ela no ponto, meti no ppmm, ainda com muitos beijos. Ela começou com uma gemeção q me pareceu meio forçada. Brinquei com ela e ela disse que era assim mesmo e que estava muito gostoso. Trocamos pra de 4 e assim gozamos, já com alguem chamando o nome dela e comunicando o estouro do tempo. Nos vestimos e despedimos tambem com beijos ardentes (rsrsrsrs).

Descemos e paramos para mais uma cerveja, onde ela entregou que havia gostado muito de mim e que não costuma beijar na boca ou deixar ser chupada. Realmente ela parecia ser bem sincera. Claro que eu fiquei de voltar em breve e disse que na próxima ia querer o cuzinho; ela consentiu. Me deu um papel com seu telefone, pois combinamos de passar uma noite juntos, mas eu, bebado, perdi. Voltei lá alguns diar depois para reencontrá-la, mas ela não estava. Meti o pé e espero ter mais sorte na próxima.
Let The whores come!
Avatar do usuário
Al Swearengen
EX-COORDENADOR DO FSD
EX-COORDENADOR DO FSD
 
Mensagens: 28
Registrado em: 06/11/2007 09:46:07

MEL - CASA 27 - TD

Mensagempor Maldito » 05/03/2008 00:58:44

Rio de Janeiro, 04 de março de 2008

Cheguei na Vila 22h, sozinho. Eu estava "na febre do rato" e simplesmente não podia esperar até quinta-feira.

VERÃO VILA MIMOSA! JUNTE-SE AOS INDOMÁVEIS NESSA AVENTURA!

Rodei bastante, bebi várias cervas e escolhi as prováveis vítimas. Depois de analisar o contexto comecei a agir. A provável vítima número 1 era uma perereca eu havia visto várias vezes na 502 mas não havia experimentado por falta de oportunidade. Mas essa estava difícil. Tinha um pela-saco que só queria saber de namorar a mulher a noite toda e não desgrudava.

Bem, depois de um certo tempo escolhi a Mel, Casa 27. Essa também tinha um pela-saco grudado mas que de vez em quando saía pra buscar uma cervaja. Foi quando eu parti para o ataque soviético com o objetivo de furar o olho do maluco.

A Mel é uma perereca agradável. Não é nada fenomenal, mas é bem agradável. Ela tem cabelos castanhos, aproxadamente 1,60m e um rostinho simplesmente lindo! O corpo não chama a atenção, mas o rosto compensa. Rostinho de menininha. Cabelos e olhos castanhos. A perereca foi simpática logo de cara. Paguei um refrigerante pra ela, uma cerva pra mim e já deixei o programa pago.

Assim que o pela-saco viu que eu paguei o programa o cara veio falar com a mulher. Confesso a vocês que me diverti quando ouvi a resposta dela: "É a vida! Tu tá aqui conversando comigo há um tempão e não toma uma atitude. ELE chegou, gostou de mim e pagou. Então ele tem toda a prioridade!".

Subi com a Mel vendo sua bunda gostosa e rindo da cara de babaca do maluco... he he he... :twisted:

Bem, o programa não foi excepcional. Mas também não foi ruim. Terça é um dia meio morto na VM e eu já sabia o que me esperava. Boquete com capa e "no back door".

Como eu já disse, rostinho lindo. Acompanhado de peitinhos bonitos e uma bucetinha bonita também. Bigodinho de Hitler...

A perereca procurou agradar. Chupou gostoso, apesar da capa. Não foi o melhor boquete da minha vida mas no geral foi bom.

Depois partimos para um PPMM agradável também. Então a coisa começou a melhorar de figura. Ela me deu um tapa e falou: "Mete com vontade"!

Isso me excita! Comecei a meter com mais vontade ainda e fiquei olhando para aquele rostinho lindo, de menina, falando um monte de sacanagens.

E foi então que falei para que ela ficasse D4. Comecei a estocar com força e apertar aquela bunda. Enquanto isso ela ia gemendo (dava pra perceber que era fingimento, mas reconheço que ela se esforçou). Eu gostei da abrincadeira! Aquela bunda gostosa, com uma marquinha de biquini aluciante na minha frente. Fui socando cada vez mais forte, apertando e dando tapas naquela bunda. Falei para ela acariciar meu saco enquanto eu metia, até que gozei gostoso.

Assim que terminamos um casal entrou na cabine ao lado e a perereca começou a conversar conosco. Tipo: "Quem está aí? É a Melzinha?". Comecei a falar que ia para o quarto ao lado e que comeria o cú da perereca que estava lá. Ela me desafiou. Falou para eu entrar. Só não o fiz porque não sabia qual seria a reação do maluco... Mas o cara devia ser o maior prego... Enfim, foi um papo divertido... he he he... Rolou até um papo tipo:

Vizinha: "Mel, você tá sabendo que o programa aumentou?"
Mel: "Tô sabendo não amiga! O rapaz aqui só pagou R$ 26."
Eu: "Colega, se a Mel me liberar o cuzinho eu pago um pouquinho mais..."
Viznha: "Você quer cú? Então vem pra cá!"

Quase que eu fui mesmo... he he he...

Bem, para finalizar, não foi nada fantástico mas foi divertido!

Só não rola repeteco porque a perereca não libera a portinha dos fundos... senão seria certo!
Avatar do usuário
Maldito
CHUPIM DO FSD
CHUPIM DO FSD
 
Mensagens: 21
Registrado em: 26/02/2008 20:38:52
Localização: Puteiro Mais Próximo

BIA - VILA MIMOSA - CASA 60 - TD

Mensagempor Maldito » 11/03/2008 00:53:08

Rio de Janeiro, 03 de março de 2008

Estava na fissura para dar uma "borrachada".

Cheguei na VM por volta das 19:30h com um amigo não forista. No início estava bem fraco, mas o movimento foi melhorando à media que foi ficando mais tarde até a VM virar um verdadeiro caldeirão! Um calor da porra, gente pra caralho algumas mulheres bem interessantes.

Eu estava na intenção da Bia, que já havia sido conferida (E APROVADA) por dois amigos e a mulher é gostosa. Assim que a perereca apareceu eu parti num ataque soviético!

A Bia é morena, tem um rosto bonito, cabelos negros lisos e compridos, coxas grossas e uma bunda apetecedora! Potranca mesmo a danada! Digo que qualquer um dos confrades viaria o pescoço na rua para olhar! Isso sem contar a simpatia e o belo sorriso!

Começou com um boquete gostoso, apesar da capa. Aliás, esse é o único ponto negativo, na minha opinião. Mas eu não a culpo porque estava um calor da porra e eu estava suado. Como não havia tido oportunidade de tomar um bom banho e lavar o pau...

Então a mulher ficou D4, virando aquela bunda grande e gostosa com uma marquinha de biquini enlouquecedora e falou: "Vem!". Como negar um pedido desses? Cheguei por trás e comecei a diversão. Eu apertava aquela bunda gostosa na minha frente enquanto penetrava naquela buceta quente.

Depois começamos um PPMM delicioso. Eu alternava a velocidade dos movimentos fazendo ora mais rápido e com um pouco mais de força e ora devagar. Tinha momentos em que eu chegava a parar e ficava brincando vagarosamente com o pau lá dentro. Putz, que buceta gostosa!

A essa altura eu já estava alucinado! Pedi para a perereca ficar D4 novamente porque eu queria gozar com a visão daquela bunda deliciosa. Pronto, comecei a bombar com força até jorrar leite na camisinha...
Avatar do usuário
Maldito
CHUPIM DO FSD
CHUPIM DO FSD
 
Mensagens: 21
Registrado em: 26/02/2008 20:38:52
Localização: Puteiro Mais Próximo

CAILANE - VILA MIMOSA - CASA 59 - TD

Mensagempor DANTE » 31/03/2008 12:37:16

Afeiçoado Forista,

Antes, devo agradecê-lo pela generosidade que o faz estar aqui, lendo estes rabiscos mal traçados. Em retribuição pela sua paciência, eu compartilharei com você algumas linhas que rondam minhas últimas reflexões.

Depois de algumas idas à Vila Mimosa, o lugar começa a assemelhar-se a uma Cidade de Interior, um Arraial. As meninas o abraçam com afeto; sujeitos que você nunca viu lhe acenam um respeitoso cumprimento e os paralelepípedos da Sotero Reis parecem ovacioná-lo a cada nova entrada.

Confesso, aqui em nossa relativa privacidade, meu virtual amigo, que algumas vezes me surge a original sensação de que serei convidado por alguma Cortesã a tomar um café com leite saboreando um vistoso bolo de fubá em alguma daquelas casas de portas sempre abertas.

A Vila Mimosa, com o tempo e a freqüência, transforma-se na casa de uma Avó querida, onde você vai buscar seus mimos e satisfazer seus caprichos mais urgentes.

Penso se é justo para o histórico Sotero Reis, maranhense que elaborou a primeira Gramática do Brasil, o Poeta que tanto amava a língua pátria, servir de nome a uma Zona. Para o Poeta, não pode haver láurea mais nobre, ser padrinho de uma Terra que abriga amores, prazeres e desencantos; para o Gramático, que pesaroso destino, nomear o sinônimo da absoluta anarquia...

E ia eu perdido, concentrado no mais absoluto nada, quando cruza o meu nariz aquele monumento em ébano que desfaz no vento toda a futilidade onírica dos meus pensamentos.

Cailane, uma negra com cerca de 1.80m; belíssima; um corpo modelado que lhe dá a aparência de atleta; olhos negros e fortes; cabelos ondulados e compridos; seios médios e firmes; barriga lisa; cintura fina; pernas grossas, muito bem torneadas, lindas.

Passou chispando pelo corredor, a empolgação que ela me despertou deu velocidade aos meus passos e consegui alcançá-la mais adiante.

Trabalha no número 59, fiz as perguntas básicas e não tive mais dúvidas, era ela a dona do meu desejo.

Fui conduzido a uma Masmorra com ar-condicionado, porém, construída em dimensões minúsculas. Quem olhasse sem o conhecimento da sua real utilidade, poderia palpitar que fosse a habitação de algum honorável contorcionista, nunca suspeitaria ser um ambiente criado para o sexo furtivo.

Fechou-se a porta...

Com algum esforço e coreografia de Circo, consegui tirar a roupa, mas não havia onde acomodá-las, deitei-as sobre um canto da pequena cama.

Querido Forista, você é meu amigo e a consideração que lhe devo me obriga a deixar-lhe um conselho. Caso sofra de Claustrofobia ou alguma paranóia semelhante, não ouse penetrar nesse aposento, pois poderá encontrar o seu temido fim, acuado entre uma cama pequena, uma parede maciça e uma Negra de grande porte.

Finalmente, o beijo!... E começo por esse ponto porque o beijo da Cailane é aquele de encaixe perfeito, de boca macia, de lábios carnudos, de língua frenética.

Que beijo!... Não existe melhor afrodisíaco para o sexo bem sucedido do que um beijo bem aplicado.

Fiquei acorrentado em línguas por uns minutos, até sentir a curiosidade de conhecer o gosto do mel da minha companheira. Com algum esforço e torções, tentando me livrar das minhas próprias pernas, eu consegui descer até a intimidade mais profunda daquela Negra bonita. Quando alcancei sua chana, ela estremeceu, suspirou e não parou mais de gemer. Eu tento atinar sobre o que pode ser mais excitante do que uma mulher excitada.

Como era de se prever, ela virou o jogo e partiu pra cima de mim me engolindo num boquete colossal, o que eu já esperava, tendo em vista a boca que cometia a ação. Magnífica! Chupa com tesão, querendo causar o gozo. Lambe todo o entorno e prepara o clima para abocanhar nosso membro numa única engolida, nos masturba com a boca enquanto arranha levemente nosso saco, é difícil segurar a emoção e não ser tomado por um arrepio que faz eriçar todos os pêlos.

Para não ser nocauteado antes do tempo, precisei que reagir. Coloquei a garota de quatro e ajoelhei, como se deve estar diante dos Templos sagrados. Depois, a penetrei, me conectando com o mais primitivo furor sexual.

O golpe foi breve, não demorei a cair derrotado sobre o colchão. Cailane me acariciou e me deu um beijo gostoso, selando a minha morte interina.

Um encontro fabuloso, dos melhores que tive em tempos recentes, um desses momentos que deixam lembranças e o gosto de “quero mais”.

Um sábado em que saí pisando leve pela Sotero Reis, sob uma chuva fina e constante, caminhei feliz e molhado, quase querendo cantarolar Singin' in the rain e sapatear um pouco sobre aqueles paralelepípedos empoçados.

Foi então que entendi o porquê da alegria que vive naquela Vila, porque alguns nos cumprimentam cordialmente sem sequer nos conhecerem, como habitantes de uma Cidade interiorana. Ali, naquele Arraial, todos nós guardamos o mesmo segredo, compartilhamos o mesmo desejo e juntos vamos celebrar e festejar um dos poucos Mitos que ainda resiste e existe: A Mulher!...

DANTE
Imagem
.
Imagem
Avatar do usuário
DANTE
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
 
Mensagens: 243
Registrado em: 17/02/2008 10:42:51

VANESSA - VILA MIMOSA - CASA 58 - TD

Mensagempor DANTE » 31/03/2008 12:38:03

Todo Forista é um bravo, um herói escondido por detrás de um pseudônimo, carregando a missão de buscar Ninfas e informar sobre as que cruzam o seu caminho.

Somos uma pequena Brigada ocupando as primeiras fileiras do front. Somos Cronistas do Sexo, Descobridores de talentos, Amantes da lascívia.

Juntos, empregamos nossa energia no árduo ofício que nos impulsiona a querer alcançar e compreender este Mito ancestral que se chama Mulher, um Ser que evolui sem freios desde a primeira Eva.

Recorro a você, meu incógnito amigo, para tentar sustentar minhas temerosas certezas.

Como podemos escrever sobre uma Mulher sem resvalar para o pieguismo dos versos? Como podemos descrever o encontro com uma Flor sem tropeçar na Poesia? O Homem inteligente evoluiu e percebeu a essência etérea do Feminino.

Provavelmente, não existiria a Ilíada sem Helena; Ulisses não teria motivação para percorrer sua Odisséia e achar seu caminho se não houvesse Penélope; o Super-Homem jamais mudaria o curso da história se não fosse por Lois Lane e nossa congregação de Foristas estaria condenada às trevas do tédio, pois nunca poderia provar a doce adrenalina que reside na aventura da conexão com sua outra metade oposta.

Sem a mulher não haveria a Vila Mimosa e eu nunca teria me unido a Vanessa, uma mulata de traços finos, vinte e um anos, uma das faces mais lindas que me passaram aos olhos. E se a Mulher é a evolução do Homem, a Mulata é a superação da própria Mulher.

Um rosto de traços finos enfeitado com olhos vivos e um lindíssimo nariz delicado; a altura não ultrapassava 1,60m; cabelos compridos assumindo o estilo de uma raça, o Rastafári; um sorriso lindo e iluminado; um corpo bem desenhado, sem barriga, cintura marcada e pernas bem feitas. Um pitéu!...

Fomos para uma Masmorra que exigiu de mim a escalada de uma escadaria interminável, um tributo necessário pelo deleite que eu iria viver.

Alcançando a alcova, eu encosto a Vanessa na parede e nos perdemos num amasso que teve origem nos namorados de esquinas escuras e desertas. Sem pudores, nos beijamos muito e a garota se entrega totalmente, voluptuosa, faminta.

Eu a acomodo na cama e desço direto ao seu sexo, chupo, ela se contorce, geme alto, quer que eu pare, diz que não quer gozar, eu continuo, estremece em trancos, não oferece mais resistência, goza.

Ela volta a me beijar e procura meu membro, o engole num boquete sem capote, quer me retribuir, faz sem pressa, eu fecho os olhos e viajo no movimento ritmado daquela boca, flutuo ao toque suave daquela língua...

Ela se deita e me coloco sobre o seu tronco, naquela posição sexual mais simples que conhecemos, eu a penetro, ela me abraça, arrasta suas unhas pelas minhas costas, geme ao pé do meu ouvido, enlaça minha cintura com suas pernas...

E é nas ondas do choque entre dois corpos que ocorre a explosão do orgasmo, fundidos é que conhecemos toda a nossa energia, um clarão fugaz que nos esgota e nos separa...

Diante de mim, extasiados e exauridos, os olhos negros da Vanessa me fazem sentir a alegria da paixão. Dura pouco, mais ou menos meia hora, mas a paixão deve ser breve para que não se confunda com o fastio do amor que arrefece o fogo do corpo.

Na volta, caminhei devagar pela Sotero Reis, era noite de sexta-feira, uma noite que eu nunca mais poderei esquecer, pois paixão é tatuagem que se imprime na memória.

DANTE
Imagem
.
Imagem
Avatar do usuário
DANTE
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
 
Mensagens: 243
Registrado em: 17/02/2008 10:42:51

BEATRIZ - VILA MIMOSA - CASA 58 - TD

Mensagempor DANTE » 07/04/2008 12:21:46

Beatriz, eu te amo!

Não, Forista amigo, aqui não escreverei uma carta de amor, é somente um aviso para que você saiba que este TD não é imparcial, é gotejado de paixão, é sublimado pelo desejo.

Não nasci em Vulcano e nem conheci o Spock. Brotei no planeta Terra, evoluí dos macacos, me chamam de humano, meu nome é Dante e a imparcialidade para mim é uma utopia impossível.

Não sou um adepto das horas de Sol, durante o dia me escondo, fujo da luz que revela mistérios. Quem me criou foi a Noite, ela é minha ama-de-leite, é por ela que tenho amor e é somente em seu útero que solto meus passos.

Fecho a porta, respiro fundo o ar molhado de uma noite chuvosa, ligo o motor, acendo os faróis, acelero e deslizo num vôo pelo asfalto. O destino é incerto, o destino quase sempre não interessa, à noite vivemos o presente, é no escuro que explodem aventuras.

Aprecio o negro e gosto de me vestir de preto, é como me identifico, é como digo que sou filho da Noite.

O Inferno existe, fica entre a Praça da Bandeira e a Quinta da Boa Vista, um lugar conhecido como Vila Mimosa, tenho gostado de ir lá e resgatar almas, mulheres perdidas que se encontram nos meus olhos, nos olhos da noite.

Foi na Vila Mimosa que encontrei Beatriz, ela não passa dos vinte anos de idade, é mignon, pernas maravilhosas, rosto lindo, cabelo chanel, olhos castanhos claros, sorriso meigo, seios médios e bem feitos. Eu a avistei próximo a um quiosque, em frente à Casa 58. Hesitei em me aproximar, sua beleza me intimidou, mas pressenti que poderia envolvê-la.

Pisquei os olhos e ela desapareceu, corri para tentar achá-la e me enveredei pela Casa 58. Essa casa é um labirinto, um complexo de pequenos bares que ocupam um mesmo setor da VM. Logo no início eu a localizei, conversava com um homem de aspecto tosco, aguardei que a conversa terminasse.

O homem se afastou e eu me aproximei. Armei-me com a sinceridade e confessei que sua beleza havia me impressionado, ela sorriu. Insinuei que queria subir, perguntei se era liberal, se gostava de beijar. Ela foi afirmativa em todas as perguntas.

Subimos à Masmorra!

Meu dileto companheiro, não basta ser Forista para se defrontar com uma das Masmorras da Mimosa, é preciso ter espírito de herói. É naquele cubículo, nem sempre fresco e nem sempre limpo, que o seu caráter se revela.

A Zona é um Oráculo!

Beatriz tirou o suave vestido que a cobria e revelou seu corpo provocante, repleto das curvas da juventude. Um Notívago não pode ser escravo dos instintos, tem que saber dominá-los, deixá-lo verter num fluxo controlado para que o período do encontro com uma Ninfa possa ser pleno e inesquecível.

Ela me beijou com um beijo de entrega, uma língua macia, doce. Encostei-a na parede e a acuei sob o meu domínio, ela me abraçou, seria minha gueixa.

Deitou na cama, abriu levemente as pernas e eu bebi seu prazer, provoquei seu orgasmo. Chupá-la é como olhar o crepitar do fogo, uma experiência cativante, ouvir seu gemido como se fosse o estalo da lenha queimando na lareira. A chana da Beatriz é uma lareira quente, repleta de lenha, nossa língua é a chama que a incendeia.

Desistir da primeira viagem que o corpo da menina nos proporciona exige esforço, é um ato de libertação.

Recostei-me na cama, ela se deitou sobre o meu tronco, me beijou com os olhos fechados, desceu ao meu membro. Sua boca nos engole num só fôlego, num só golpe. Abstraí, entre os sons de funks e pagodes que transpiravam por todas as divisórias eu só conseguia ouvir “What a wonderful world”, só conseguia lembrar dos melhores amigos e dos meus melhores momentos.

Morri na boca da Beatriz vendo toda a minha vida passar e ela recebeu meu gozo, minha alma...

Dobrei o tempo!

Namoramos um pouco e o toque leve da Ninfa reanimou meus sentidos e nos beijamos muito, trocamos nosso ar, nossa saliva.

Ela pediu que eu beijasse seus seios, queria se masturbar sentindo meus beijos em seus seios. Não me neguei a atendê-la e enquanto eu beijava seus peitos, os bicos rosados, ela se masturbava frenética, gemia aos pés dos meus ouvidos. Extasiou-se, seu corpo enrijeceu e relaxou numa fração de segundos, ela desfaleceu e despertou ao meu toque.

Coloquei-a de quatro e a penetrei, ouvi sua música, mergulhamos na penumbra, o prazer também é noite até que o orgasmo o ilumine. Morremos juntos e ressuscitei apaixonado.

Fui ao Inferno para resgatar uma alma e acabei salvo por um Anjo que escolheu habitar entre os Demônios.

A Noite não aprecia histórias comuns, as histórias vulgares ela deixa para o Dia com sua luz incapaz de abrigar segredos.

Eu prefiro a Noite, prefiro ir ao Inferno e encontrar Anjos que escolheram viver no meio do fogo.

Abs,

DANTE
Imagem
.
Imagem
Avatar do usuário
DANTE
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
 
Mensagens: 243
Registrado em: 17/02/2008 10:42:51

KAYLANE - CASA 54

Mensagempor Maldito » 08/04/2008 09:37:48

Terça-feira, 01 de abril de 2008

Fui para a VM com o Dante e lá encontramos o wolverine-rj. Enquanto o Dante se deliciava nas masmorras, nossa "Caçadora de Talentos"* da VM nos apresentou a Kaylane. Negra, rosto bonito, boca carnuda, cabelos compridos (aplique, mas foda-se), pernas grossas, pele lisa e cheirosa. Tipo aquelas negras que tem presença, imponência. Eu já tinha visto essa mulher por lá e tinha me chamado a atenção. Não sei porque não tinha experimentado ainda...

Batemos um papo descontraído tomando uma cerveja enquanto combinamos o programa. Estava um pouco relutante quanto ao boquete desencapado mas acabou cedendo. Não consegui convence-la a liberar o cuzinho...

Quando a vi nua só não gostei dos peitos. Bem caidinhos. Amamentou muito (depois me disse que tem filhos) e não tomou os cuidados necessários a fim de evitar que ficassem assim. Mas o resto me agradou muito. Corpo bem feito, com pernas bem torneadas e uma bela bunda!

Então ela começa um boquete desencapado e com vontade. A danada chupou durante um bom tempo e fez tão gostoso que tive que pedir para parar senão ia gozar ali mesmo. Me amarro em gozar na boca, mas naquela noite eu tinha outros planos...

Em seguida ela cavalgou de costas. Começou bem lentamente e enquanto isso eu me deliciava com aquela buceta quente e a visão do meu pau entrando e saindo vagarosamente. Eu ficava abrindo a bunda dela, doido pra botar naquele cú. Depois virou e começou uma cavalgada de frente. Não foi a melhor cavalgada da minha vida mas não foi propriamente ruim, só não empolgou.

Depois botei-a D4 e penetrei por trás. Comecei bem devagar e fui apreciando a visão daquele belo rabo. Eu aumentava e diminuía o ritmo do vai-e-vem enquanto segurava sua cintura. Finalmente aumentei o ritmo e comecei a apertar e bater de leve naquela bunda até gozar.

No final veio aquele PPP dizendo que na próxima liberaria a portinha dos fundos.

Não me impressionou. Mas fez de tudo para agradar. Diria que fiquei satisfeito e até repetiria, mas só se rolar mesmo o cuzinho...

* A "Caçadora de Talentos" é aquela coroa loira de cabelos curtos que está diariamente na VM e sempre com uma camisa da banda Iron Maiden. Ela já nos conhece e sempre nos apresenta pererecas interessantes...

P.S.: Essa NÃO é a mesma GP que o Dante traçou no tópico: http://www.forumsd.com.br/phpBB/viewtopic.php?t=19663
Avatar do usuário
Maldito
CHUPIM DO FSD
CHUPIM DO FSD
 
Mensagens: 21
Registrado em: 26/02/2008 20:38:52
Localização: Puteiro Mais Próximo

VANESSA MULATA- VILA MIMOSA - CASA 58 - TD

Mensagempor DANTE » 08/04/2008 12:58:01

A VM possui dois aspectos opostos: você que foi pouco ou somente uma vez, pode ter desenvolvido um preconceito enraizado que não permite mais que pise por lá; se foi algumas vezes pode ter feito bons contatos, descoberto meninas de extrema qualidade, encontrado Frees que cobram menos da metade do que as que vemos anunciadas e tudo isso tornou a VM um vício para você.

Depois de anos nutrindo um forte preconceito, pois conheci a Vila desde que ainda era estabelecida no Estácio, não tolerava a idéia de sequer dar uma olhada rápida e ver se algo tinha mudado. Depois de tantos anos de repulsa, fui levado casualmente a adentrar pela Sotero Reis.

Imagine um Ateu que entra numa Igreja por acaso e termina convertido pela energia do divino. Pois fui um cético que, numa visita imprevista a Mimosa, se converteu à Religião mais antiga da libertinagem, a Zona.

A Zona é um universo Felliniano, não creio que possa existir lugar mais fascinante, não há Termas no Rio que se compare a um único corredor da Vila Mimosa. São prostitutas lindas e feias, algumas novatas, outras experientes; são meretrizes com juventude, outras velhas e sábias; pelos corredores vagam homens perdidos, de jovens a idosos, todos igualados pelo mesmo desejo.

A Zona não é pra qualquer um, é para quem tem estômago capaz de encarar o coração do meretrício. Tudo que o luxo e a hipocrisia de uma Terma esconde, a Zona revela, expõe sem constrangimentos, sem afetações.

A Zona é a verdade que muitos não querem ver, a Terma é a mentira que muitos pagam para ficarem anestesiados e alienados da realidade sobre a prostituição.

A Terma é para os hipócritas a Zona é para os Valentes.

Por isso chamamos de Indomáveis aos que vão e se apegam à Zona, pois é Indomável o espírito que não se esconde da Verdade.

E foi na Zona que conheci Vanessa, ela me olhava de longe, parecia querer que eu me aproximasse e uma vez li que o único pecado que os Deuses não perdoam é o do Homem que rejeita uma Mulher que demonstra interesse por ele. Eu me aproximei...

A Vanessa tem cerca de 1,70m; mulata de traços finos e muito delicados; quando ficamos frente a frente ela abriu um sorriso que ofuscou minha visão, ela sorri com todo o rosto, é iluminada, linda; o corpo é bonito, proporções perfeitas e desenhadas em harmonia; os cabelos são compridos, cacheados. Um tipo de mulher que não passa despercebida em lugar algum.

Não precisei de muita conversa, pedi que ela me conduzisse até a Masmorra.

Beija com vontade, chupa com tesão e sem capote, se entrega completamente, tem um fogo raro de se ver em qualquer profissional do ramo. É gostosa, quente, geme como louca, é escrava da libido. Eu poderia afirmar que ela não faz somente porque precisa, ela faz porque gosta.

Dobrei o tempo em duas gozadas antológicas, uma em sua boca e a segunda com ela de quatro, empinada, pedindo para que eu batesse em sua bunda com toda a força que eu tivesse. Uma Cachorra que mistura meiguice com depravação absoluta.

Gostei tanto dessa menina que sábado a convidei para irmos ao 2A2, ela aceitou e foi comigo na cortesia, nada me pediu.

O Homem que compreende a verdade da Zona, dificilmente vai trocá-la pelas mentiras que habitam fora das suas fronteiras.

Abs,

DANTE
Imagem
.
Imagem
Avatar do usuário
DANTE
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
 
Mensagens: 243
Registrado em: 17/02/2008 10:42:51

AMANDA - VILA MIMOSA - CASA 54 - TD

Mensagempor Maldito » 12/04/2008 21:49:03

Rio de Janeiro, 01 de abril de 2008

Esse TD será, no mínimo, curioso...

Prezados putanheiros de plantão, fiz sexo com um cadáver!

Vocês devem estar pensando: "Porra Maldito, piadinha de primeiro de abril (vejam novamente a data acima) a essa altura do campeonato é sacanagem!"

Não é isso, meus caros. Eu trepei com uma mulher morta!

"Caralho, esse Maldito é doente! Esse negócio de necrofilia é doença! Vai ver é por isso que ele tem esse apelido..."

Também não é isso. Eu comi uma múmia! Uma MÚMIA! Ou será que era um zumbi? Ah, só sei que cadáver se movia! Era alguma espécie de morta-viva. O corpo chegou a falar também! Praticamente não falou mas chegou a balbuciar algumas palavras!

Bem, vamos lá, ao longo do relato as coisas se esclarecem...

A primeira vez que via a Amanda foi meses atrás. Eu diria que é a mulher mais bonita e gostosa da VM! Simplesmente maravilhosa! Sempre ficamos de queixo caído com ela! Morena, aproximadamente 1,65m, olhos castanhos, cabelos ondulados (mas que ela quase sempre alisa) e compridos, peitos de médios para grandes, bunda MARAVILHOSA e umas belas pernas grossas. Sem sombra de dúvida tiraria muita onda em muito puteiro de nível.

Quando me aproximei ela foi simplesmente ESCROTA! Eu puxei papo com a mulher e ela já me deu um olhar de desdém. Me dava respostas monosilábicas, olhando para o horizonte e fazendo cara de quem está de saco cheio. Fiquei puto com o proceder dela. Então fiquei um tempo parado na frente dela, só olhando (de cara feia) sem falar porra nenhuma até que ela deu as costas e saiu de perto sem se despedir. Caralho, já conheci muita puta marrenta e cheia de merda, mas essa foi a campeã! Tirei ela da cabeça e parti para outra... Depois fiquei sabendo que ela é escrota assim com praticamente todo mundo!

Voltando à noite de 01 de abril de 2008...

Estava tomando uma cerva com os amigos Dante e Wolverine quando avistei essa mulher. Falei que ela era tão gostosa que ainda comeria mesmo sabendo ser uma merda. Comeria, como se diz, "só de raiva". Então o puto do Dante me desafiou: "Porque não agora?". E eu respondi: "Boa idéia! Vou traçar essa filha da puta agora!".

A Amanda estava andando pela rua e fui caminhando no sentido contrário, em sua direção. Quando ficamos muito próximos parei e falei com ela. Ela simplesmente me ignorou por completo, desviou de mim e continuou caminhando. Caralho! Para que isso? Se ela falasse "Cara, não quero trepar com você. Com licença..." eu até aceitaria. Mas ser escrota desse jeito eu não aceito. Aprendi com meus pais que devemos ter um mínimo de educação. E se a Amanda não recebeu educação dos pais receberia um corretivo de mim... Bem, ela seguiu andando até a Casa 54 e eu não poderia fazer outra coisa senão rir da situação, de tão escrota que era, e me juntar novamente aos amigos que também riam de mim. Depos disso virou questão de honra! O lance de "comer só de raiva" se transformou em "comer COM raiva". Era a hora do corretivo...

A escrota parou na Casa 54 e ficou parada fazendo não-sei-o-quê, visto que a puta que tem uma postura como a dela está fazendo qualquer coisa, menos trabalhando. Eu já havia percebido em outras ocasiões que ela fica muito mais tempo batendo papo e passeando pela Vila com as amigas do que trabalhando. Porra, se não quer trabalhar, vai pra casa! Quer passear, vai pro shopping!

Fui até a Casa 54 e falei pra ela: "Quero fuder com você agora! Você quer?". Então ela moveu a cabeça afirmativamente. Paguei e fomos para a masmorra.

Na masmorra ela falou uma frase! Fiquei impressionado! "Caralho, ela fala!". Inclusive ela me disse uma frase que tocou meu coração: "Cuidado com o chão molhado". Depois dessa frase tão bonita e emocionante ela tirou o short e a calcinha e ficou sentada na cama olhando para a parede enquanto eu me despia. Assim que terminei de me despir e me aprosimei dela pegou meu pau, deu umas patoladas e uma punhetinha de leve pra ele subir. Enquanto isso eu percebi que ela não tinha tirado o top e falei: "Pô, não vou ver seus peitinhos?". Novamente ela me ignorou. Nem se deu o trabalho de responder minha pergunta. E a cada gesto escroto dela minha raiva só aumentava! Meu pau subiu, ela encapou, lubrificou a buceta com saliva e ficou D4 olhando para a parede.

Fiquei um tempo olhando ela nessa posição, parada, muda, inexpressiva e inerte como um cadáver! O pior é que a danada é bonita! Mas parecia mesmo um cadáver. Então pensei: "Sua hora chegou, filha da puta".

Penetrei por trás e já comecei com força. Segurei forte no quadril e fui dando estocadas violentas. Comecei a proferir palavras que eu nunca havia dito de forma tão sincera e honesta: "Toma pica, sua piranha filha da puta! Toma sua cachora, ordinária! Deve ser disso que você gosta, sua vagabunda!". Então eu bati com força na bunda dela. Eu percebi que ela não gostou mas ficou calada. Continuei dando estocadas violentas e dei o segundo tapa com força na bunda dela. Novamente ela não gostou, mas continuou calada! Impressionante como ela é apática! Foi nesse instante que comecei a ter a impressão de estar trepando com um cadáver! Pensei comigo mesmo que talvez uma boneca inflável fosse menos apática que ela! Nem quando a panha a infeliz se manifesta! Ficou o tempo todo D4, parada como uma múmia olhando para a parede.

Reduzi bastante o ritmo e fiquei alguns instantes metendo bem devagar, carinhosamente. Percebi que a expressão dela melhorou um pouco. Mas isso foi proposital. Eu queria que ela sentisse um breve instante de alívio para em seguida continuar o tormento...

De um instante para outro recomecei com as estocadas fortes. Quando socava meu quadril batia na bunda dela com força e a arremessava para a frente. Ela teve que colocar a mão na parede à frente para não bater com a cara na parede. Bem que eu tinha vontade de estragar a cara dela, mas é claro que eu nunca faria isso. Dava pra ver na cara de insatisfação dela. Então eu dei um terceiro tapa, o mais forte de todos. E não é que a múmia finalmente volou a falar! Disse outra frase que tocou meu coração: "Não me bate!". Tadinha, que peninha dela! Eu disse "Okay", segurei mais forte na cintura dela e descarreguei toda a minha raiva na buceta dela.

Ela deve ter ficado bolada porque eu não gozava. Eu já tinha feito um programa nessa mesma noite (já relatado) e estava demorando a gozar novamente. Também, difícil sentir tesão e gozar quando se está trepando com uma múmia...

Bem, depois de um bom tempo, quando eu já estava exausto de ficar tanto tempo socando tão forte naquela escrota eu finalmente despejei meu esperma e meu ódio na camisinha.

A escrota levantou, se vestiu, deu as costas e foi embora sem olhar na minha cara...

Me vesti e saí da masmorra com a sensação do dever cumprido e um sorriso sádico no rosto. Pela primeira vez na vida senti tanto prazer em ser tão escroto com alguém...
Avatar do usuário
Maldito
CHUPIM DO FSD
CHUPIM DO FSD
 
Mensagens: 21
Registrado em: 26/02/2008 20:38:52
Localização: Puteiro Mais Próximo

BEATRIZ - VILA MIMOSA - CASA 58 - TD

Mensagempor DANTE » 16/04/2008 12:38:59

Amor de Zona morre precoce, surge como a labareda de um fósforo que arde na explosão da pólvora, cumpre uma missão e se apaga subitamente, ao menor sopro de uma brisa vadia. Amor de Zona dura na memória o mesmo período da existência da fumaça pálida que brota do fósforo apagado, fenece tranqüilo e não pede velório.

Por ela ser um doce e por eu perceber que era necessária a nossa despedida, levei-a para jantar num restaurante charmoso em Copacabana. Entusiasmou-se! Disse-me que há muito tempo não via o mar, quis pisar na areia antes de irmos embora, conversamos muito, ela andou até a beira das águas e deixou seus pés serem acariciados pelas ondas que vinham conhecer o limite do oceano e deixou um pedido secreto para Iemanjá.

Confidenciou-me que foi procurada por alguns Foristas que a descobriram através do Fórum, deu destaque a um Senhor de meia-idade que fez referência explícita aos meus TDs. Agradeço a esse dileto leitor que não se furtou de me dedicar os direitos autorais.

A Beatriz é maravilhosa, é um travesseiro, daqueles que você procura nas horas de cansaço, uma pluma que só de recostarmos a cabeça nos lega o prêmio do prazer. Os gemidos e sussurros que essa menina emite na hora do amor não possuem e a dimensão que me permita descrever com palavras, mas a sua libido, curioso leitor, terá plena compreensão daquilo que eu apenas insinuo por aqui.

Infelizmente, mulheres como a Beatriz são tão raras como os TDs sobre elas. Mas se me dedica a mesma confiança que lhe consagro, amigo leitor, arrisque-se numa noite dessas, encontre a Casa 58 e procure pela Beatriz. Não irá se arrepender da viagem e, além da amizade, somará por mim a gratidão.

Abs,

DANTE
Imagem
.
Imagem
Avatar do usuário
DANTE
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
 
Mensagens: 243
Registrado em: 17/02/2008 10:42:51

JULIA - VILA MIMOSA - CASA 54 - TD

Mensagempor DANTE » 17/04/2008 12:52:00

O vício é o estrume da virtude...”

Não sei bem onde li esta frase, mas ela me saltou da memória assim que comecei a caminhar pela Sotero Reis. Fui sozinho, iluminado pelas luzes precárias daquelas lâmpadas de vapor de mercúrio, um amarelo triste que não condiz com a alegria de quem está indo buscar o prazer.

Não me viciei na Zona, eu me apaixonei pela Zona. Talvez, tenha sido minha alma de poeta, minha vocação de escritor, o fato é que a Zona me arrebatou. Seus personagens, suas histórias, suas riquezas, suas misérias... Tudo me encanta ali!

A Zona é um clássico do meretrício, um livro valioso, uma leitura que enriquece, um aprendizado necessário.

Esta semana ouvi uma menina me dizer que jamais abandonaria completamente a Zona, pois ali encontrou todas as suas melhores amizades, ali encontrou a parte boa da sua vida.

Atente, amigo Forista, não pisque os olhos neste trecho, ouvi uma meretriz dizer que a Zona era a parte boa que possuía na vida! Não pense que não me comovi, fiel leitor, a declaração da menina me atingiu em cheio. A idade amolece o coração.

Reflexões existem para serem interrompidas e tive minha filosofia assassinada pelo Flanelinha que sempre cuida de mim quando deixo o carro nos arredores da Vila.

- Padrinho, não se preocupe, a carruagem está bem guardada. – Diz ele.

Por me chamar tão carinhosamente de “padrinho” e se dirigir a mim com uma familiaridade que faz parecer que estou indo visitar um parente, deixo-lhe umas pratas e ele me sorri empenhando toda a sua gratidão.

A idade nos torna sentimentais.

O vício é o estrume da virtude...” – Quem poderia ter escrito isso?

Chovia muito e eu seguia sozinho pelos paralelepípedos, ser um Indomado é conhecer os estágios da Solidão, é sentir satisfação ao abraçá-la.

Alcanço as entranhas da VM, me abrigo sob o toldo de um quiosque e peço uma bebida quente para espantar a umidade da roupa.

Neste momento, eu a avistei, ela não era novidade, a vi muitas vezes dançando alegre na sacada da Casa 54, uma vez me aproximei para entrevistá-la e me tratou com desprezo, perdi o interesse. Seu nome é Julia, uma morena de tipo índia, fogosa e espevitada, costuma dançar na sacada da casa e nem sempre nos atende com simpatia no primeiro contato.

Tomei mais um gole de uma bebida que parecia lava de vulcão, minha roupa não estava mais úmida pela chuva, começava a ficar molhada de suor.

Não sei explicar, mas, de repente, saí como cavalo brabo que rompe a porteira e fui ao encontro da Julia. Falei que queria ficar com ela, pegou na minha mão e me conduziu ao território das Masmorras.

Ela mede cerca de 1,60m; tem pernas muito bonitas, torneadas, como se fosse assídua de Academia; os seios são médios; seus cabelos são lisos, bem negros, chegam à altura dos ombros; os olhos são castanhos claros; a boca é carnuda; tem um leve sotaque que diz ser fruto de uma mistura de mineira com capixaba; é bonita e cheia de vida; geralmente, está trajada num vestidinho curto que exibe o seu maior trunfo, suas belas pernas.

Assim que fechei a porta, ela chapou a mão na minha virilha e disse rindo:

- Vem cá, seu safado!

Colou em mim e me deu uns beijos leves, onde sua língua tocava sutilmente a minha boca. Tirou minha roupa meio afoita, eu deitei e ela começou uma chupada empolgada, fazia questão de abocanhar até a raiz e alternava com lambidas quentes. Infelizmente, ela é dessas meninas que não chupam sem camisinha no primeiro encontro. Porém, afeiçoado Forista, se me concede algum crédito, digo que é um incômodo que se esquece quando ela nos toca com a boca, é habilidosa e passa o tesão de quem gosta de realizar um bom boquete.

Eu quis retribuir, mergulhei em seu sexo, cheirosa, bem cuidada, fiquei ali algum tempo, ela gemia, se contorcia, gritava, proferia palavrões e eu apenas me concentrava no deleite de lambê-la.

Ficou de quatro, é dessas que colocam a bunda bem empinada, uma bundinha linda, redonda e macia. Penetrei fundo, me apoiei em sua cintura e meti forte, ela chegou a dar um solavanco e misturou um gritinho com um suspiro, iniciei a cavalgada.

A Julia é uma mulher que nos excita muito nas preliminares, não demorei a cair derrotado sobre as suas costas. Carinhosamente, ela retira a camisinha, livra-se dela e deita ao meu lado.

Ficamos conversando um pouco, ela me dá uma pincelada sobre a sua vida, revela que é casada e mostra a foto do seu marido e filha. Alega estar ali devido ao desemprego do esposo. Mostra-se preocupada porque deveria pagar o colégio da filha no dia seguinte e o movimento da Vila estava fraco.

A idade nos torna sensíveis...

Retiro umas pratas do bolso, coloco em sua pequena mão, digo que é pouco mas contém a intenção de dar uma força.

Ela sorri, puxa minha cabeça e me dá um beijo quase materno no rosto...

O vício é o estrume da virtude...” – Finalmente, lembro quem afirmou esta pequena verdade.

Não, querido Forista, nossa amizade me é valiosa, mas não revelarei o autor da frase que me perseguiu por uma madrugada inteira, mas lhe deixo um conforto, existe o Google. Caso esse lenitivo não seja suficiente, lhe deixo um aviso, existe a Julia!...

DANTE
Imagem
.
Imagem
Avatar do usuário
DANTE
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
 
Mensagens: 243
Registrado em: 17/02/2008 10:42:51

Bombom - Mulata

Mensagempor BUCETEIRO » 25/04/2008 03:36:05

Oral Sem:Não Beija:Sim

BOMBOM é uma mulata maravilhosa da casa 46, ela tem um corpo escultural. Quando vi pela primeira vez não resisti e tive que prová-la. Fomos trepar e no caminho ela já me agarrou me tascando um beijo maravilhoso, fez um delicioso boquete com capote, depois foi a minha vez de abocanhar aquele grelo avantajado e durinho dela até ela gozar na minha boca. Fizemos um PPMM bem agarradinhos até eu gozar esplendorosamente.

Muito bom, só conferindo para saber!
BUCETEIRO
 
Mensagens: 3
Registrado em: 18/04/2008 05:16:31

Mensagempor Maldito » 02/05/2008 00:52:14

BUCETEIRO,

Ao invés de postar no tópico da Estela (que parece ter sido abduzida, pois nunca mais foi vista na VM), você deveria ter aberto um tópico específico para a Bombom.

Mas relaxa que assim que o nosso coordenador Al Swearengen chegar do puteiro ele vai ler essa mensagem e dar um jeitinho... :lol:

A propósito. Já vi a Bombom dezenas de vezes. Ela é realmente muuuito gostosa. Digna de estar trabalhando em lupanares de primeira. Mas ela tem uma cara de marrenta da porra e isso sempre me desanimou. Nunca sequer conversei com ela porque a cara (e a pose) de marrenta sempre me afugentaram. É só cara de marrenta mesmo? Ela é gente boa? Sabe dizer se ela libera aquele rabo lindo?

Vou experimentar...

Abraço!
Avatar do usuário
Maldito
CHUPIM DO FSD
CHUPIM DO FSD
 
Mensagens: 21
Registrado em: 26/02/2008 20:38:52
Localização: Puteiro Mais Próximo

Mensagempor Al Swearengen » 02/05/2008 12:57:51

Mensagem movida, tópico prá bombom criado.

E para registro: Ai que saudade da Estela!
Let The whores come!
Avatar do usuário
Al Swearengen
EX-COORDENADOR DO FSD
EX-COORDENADOR DO FSD
 
Mensagens: 28
Registrado em: 06/11/2007 09:46:07

NATASHA - VILA MIMOSA - TD

Mensagempor DANTE » 08/06/2008 15:17:41

Natasha, provavelmente, a mulher mais orgulhosa da VM. No alto dos seus 1.70m, se posta como uma Deusa num altar envolto por redoma de vidro. Quem a vê, olhando para o nada, de pé, na beirada da Casa 44, chega a temer se aproximar. Ela é altiva, belíssima, com um corpo impressionante e intimida pela presença.

O primeiro pensamento que nos toma é imaginar o que uma mulher com aquele porte faz na Vila Mimosa, mas como passei a ver muitas beldades pousando pela VM, logo esta dúvida insistente se desfaz.

Aproximei-me uma vez e fui recebido com um enorme desprezo, desisti de realizar um TD e passei um bom tempo sem se quer chegar perto dela.

Num dia de chuva, quando as opções eram poucas, arrisquei uma nova aproximação e reencontrei o mesmo desdém pelo meu interesse, mas insisti e decidi subir à Masmorra com ela.

O lugar surpreende pela limpeza, o ar-condicionado é eficiente e a Masmorra se torna um ambiente agradável e propício para o acasalamento.

A surpresa maior é que eu e Natasha tivemos uma química inesperada e um interesse mútuo surgiu entre nós.

Ela é antipática, arrogante, mas sabe ser tesuda quando quer. Tem um gemido agudinho quando a penetramos, gosta de ser chupada, massageada. Sente ciúmes dos próprios seios, lindíssimos, mal nos deixa tocá-los e tem o mal-hábito até de cobrar um extra para mostrá-los a clientes que saem pela primeira vez com ela.

O nosso entrosamento foi tão forte que iniciamos uma breve relação, digo breve porque Amor de Zona dura pouco, dura o tempo do brilho de um isqueiro ao acender um cigarro.

Levei-a ao Teatro, ela ficou fascinada, era a sua primeira vez assistindo a uma peça. Saímos para jantar algumas vezes e, numa ocasião em que ela exagerou no vinho, pude experimentar uma das melhores transas que eu já tive, ela se entregou completamente...

Natasha me confessou ter feito alguns filmes pornôs, disse ser bissexual, começou a abrir sua couraça quase intransponível. Mas o seu gênio difícil me exigia muita paciência, eu acabei sucumbindo e o amor acabou.

Atualmente, ela não fala mais comigo, rompemos da pior maneira.

Seria uma leviandade eu indicá-la aos colegas, mas eu indico para aqueles que forem mais ousados, é possível conduzi-la, basta um pouco de paciência e conversa carinhosa. Ela não é fácil de se entregar, mas se entrega e, quando isso acontece, nosso prazer é dobrado.

Fotos da moça que pessoalmente é infinitamente mais linda do que aparece nas fotos:

http://www.3wisp.com/amateur/kelvin/natasha-nude/nude.html

O preço de um encontro com ela tb é diferenciado: R$ 28,00 por meia hora.

Abs,

DANTE
Imagem
.
Imagem
Avatar do usuário
DANTE
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
 
Mensagens: 243
Registrado em: 17/02/2008 10:42:51

PALOMA - VILA MIMOSA - TD

Mensagempor DANTE » 08/06/2008 15:19:00

Paloma é uma negra de 1.70m que me desperta um tesão anormal, deve possuir uma Pomba-Gira no corpo. Por sinal, que corpo! Toda feita em curvas, pernas grossas, cinturinha, barriguinha zero, lábios carnudos e cabelos longos em estilo rastafári. Atrai os olhos e acende o desejo.

Custei muito a sair com essa menina, eu nunca acertava o dia em que ela estava na casa e quando a encontrava, eu já havia saciado meu instinto com alguma outra mulher. Finalmente, há duas semanas, consegui prová-la e pude comprovar a delícia de fêmea que ela é.

Um beijo gostoso foi o preâmbulo para o sexo, suas mãos me alisando, seu aroma envolvente... Não pestanejei, fiz com que se deitasse e lambi seu sexo, ela fazia expressões de prazer que só aumentavam o meu tesão.

Na VM, o tempo de um bom sexo é como a chama de um isqueiro que acende um cigarro, o brilho que inicia um prazer fugaz.

Quando ela fica de quatro, sua bunda parece empinar ainda mais, meti com vontade e saciei minha fome.

Só observei a Masmorra no final do ato, um lixo. Porta que não tranca, chão não muito limpo e um lençol que me pareceu não ser trocado.

A Paloma topa sair por fora, oferece o telefone e é uma mulher delicada.

Por R$ 26,00 entrei na casa de Satanás e satisfiz a fome do corpo.

Abs,

DANTE
Imagem
.
Imagem
Avatar do usuário
DANTE
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
 
Mensagens: 243
Registrado em: 17/02/2008 10:42:51

BRENDA - VILA MIMOSA - TD

Mensagempor DANTE » 08/06/2008 15:19:45

Brenda é uma loira bonita, dona de um corpo razoável e que nos desperta desejo. Sua altura deve equivaler a 1.65m, os cabelos loiros descem até os ombros num corte chanel, tem um belo sorriso, é simpática, consegue nos cativar.

Sugeriu-me que fosse conhecer a suíte da Casa 46, topei o convite. Quarto amplo, cama de casal, frigobar, televisão e banheiro higiênico.

Tomamos um banho juntos, ela inicia um boquete sem capote que me coloca no clima, ela sobe sobre o meu membro e cavalga. Quase sendo derrotado, eu interrompo o coito e a deito na cama, começo a chupá-la, ela se delicia.

Quando a transa é boa, o tempo corre rápido na VM, meia hora é quase nada. Coloquei-a de quatro e possuí a loirinha que gemia de um jeito muito safado. Gozei no exato momento que bateram à porta para avisar sobre o término do tempo.

O preço da Suíte não compensa muito, R$ 60,00 por meia hora de encontro, não considerei muita vantagem. O que nos alivia é poder transar num quarto limpo e espaçoso, bem diferente das usuais Masmorras que conhecemos por lá.

Essa loirinha não é fantástica, mas apaixona. Saí inebriado e com uma inexplicável vontade de retornar.

Abs,

DANTE
Imagem
.
Imagem
Avatar do usuário
DANTE
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
 
Mensagens: 243
Registrado em: 17/02/2008 10:42:51

SIMONE - VILA MIMOSA - TD

Mensagempor DANTE » 08/06/2008 15:20:17

Simone, uma mineira alta, cerca de 1.70m, lábios carnudos, cabelos longos, rosto extremamente sensual, seios médios que apontam para o céu e um corpo graúdo de mulher gostosa. Fica na casa 59, num lugar conhecido como Pagode do Índio, é necessário subir uma longa escadaria este outro patamar do Inferno.

A Masmorra também não é das melhores e nem das mais limpas, mas é tolerável.

Simone tira as poucas peças que cobrem seu corpo e cola em mim num beijo colossal, mergulho em seus seios suculentos e me esqueci um bom tempo chupando aquelas duas pêras rosadas. Uma delícia!

Ela se posiciona de quatro e me chupa sem pressa, só pára quando eu a coloco de quatro e penetro em sua xaninha apertada. Ela grita de tesão e grita pra valer!

Carinhosa, quente, dedicada, um papo agradável, dobrei uns três tempos com ela. Vale muito a pena!

A entrada no parquinho custa R$ 26,00 por meia hora.

DANTE
Imagem
.
Imagem
Avatar do usuário
DANTE
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
 
Mensagens: 243
Registrado em: 17/02/2008 10:42:51

MILENE - VILA MIMOSA - TD

Mensagempor DANTE » 08/06/2008 15:20:50

Milene é uma loira pequena, não sei se alcança 1,60. Tem feições de Princesa, corpinho mignon, bem feito, jeito angelical que esconde um demônio sexual.

Faz tudo, é completíssima, em nenhum momento nos impões restrições ou demonstra as temidas frescuras.

Ela trabalha numa das casas localizada na perna direita do corredor em U, uma casa localizada no centro do corredor, no lado direito de quem entra pela rua, a casa é gradeada e chega a parecer uma gaiola.

Fui recebido com um sorriso cativante, não pensei duas vezes, fomos à Masmorra.

As instalações dessa casa são as piores possíveis, a Masmorra é um parque de torturas quase intoleráveis, a porta não fecha, é suja e nos retira um pouco do apetite. No entanto, a doçura da Milene nos faz perdoar os pecados do local.

Beija com carinho, chupa querendo agradar, se coloca de quatro desejando nos receber.

Pede que eu meta com força, murmura ordenando que eu a coma, um demônio disfarçado de anjo...

Não demora muito para nos nocautear, sabe os caminhos do prazer, é uma predadora.

Ela oferece o telefone e sai por fora. Demonstrou muita vontade em conhecer um Swing.

Por R$ 26,00, você pode conhecer um Anjo decadente dentro do Inferno.

Abs,

DANTE
Imagem
.
Imagem
Avatar do usuário
DANTE
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
 
Mensagens: 243
Registrado em: 17/02/2008 10:42:51

CARLA - VILA MIMOSA - TD

Mensagempor DANTE » 21/06/2008 15:22:32

Vila Mimosa, onde a mulher é real!... Mas poderíamos dizer que a mulher é o único elemento real da VM, pois todo o resto fica classificado na categoria Surreal.

Andando pelo Beco em U, me deparo com uma morena gostosíssima na Casa 02, vestida apenas com a parte de baixo do biquíni e expondo seus lindíssimos seios num topless desavergonhado. Vê-la, era cair em imediata tentação.

Meu desejo me compeliu, eu precisava me aproximar daquela delícia, precisava tocá-la... Quando iniciei meus passos em direção à fêmea suculenta, ela foi interceptada por outro Predador... Mas a minha cisma sexual havia se consumado, eu decidi esperá-la voltar...

Ela retorna... Guarda seus pertences num armário, refaz os cabelos, ajeita a única peça do biquíni que cobria o seu corpo e volta a dançar freneticamente...

Apresso os passos e me aproximo... O nome é Carla; 1,65m, cabelos cacheados abaixo dos ombros; seios indecentes de tão belos; rosto expressivo e bem desenhado; cintura fina; pernas torneadas... Uma mulher que impressiona!

Subimos à Masmorra! Que Masmorra! Estou caindo nas piores ultimamente...

Mergulhei a boca naqueles seios magníficos e chupei até fazer bico. Logo depois ela abocanha meu membro numa descomunal chupada sem capote, sem pressa... Mas o tempo urge nas Masmorras da VM, ali não pode haver hesitação... Ela fica de quatro e eu a penetro, ela geme baixinho, dá uns gritinhos bem fininhos, um som excitante... O Tesão era intenso e eu fui rápido, gozei!

Enquanto eu recuperava o fôlego, travamos uma conversa que levou a uma das revelações mais chocantes que eu já testemunhei em um puteiro, essa revelação só poderia ter acontecido na Vila Mimosa.

Segue o breve diálogo:

- Você é casada? Tem namorado? – Pergunto, sempre sem entender a minha mórbida curiosidade.

- Sou casada – Carla responde sem pestanejar.

- Legal! Tem filhos? – Um pouco mais da minha curiosidade mórbida.

- Tenho uma filha! – Carla não se nega a responder.

- Bacana! Vai dar trabalho se puxar a você! – Uma piadinha sem graça sempre descontrai, sou adepto.

Carla apenas sorri... Nunca imaginei que daquele cândido sorriso e da minha próxima pergunta viesse uma das respostas mais arrepiantes que ouvi na Zona.

- Onde você mora? – Insisto na sessão de morbidez.

- Sou moradora de rua – Ela responde com uma absurda naturalidade.

- Moradora de rua?! – O choque anafilático estava próximo...

- É! Meu marido está sem emprego e a gente mora na rua, venho aqui de vez em quando pra fazer dinheiro quando aperta.

Fiquei estático, olhos esbugalhados! A primeira sensação que eu tive foi a de que meu pau iria cair naquele exato momento, devorado por vermes e bactérias que habitam as fendas obscuras dos viadutos.

Um grito emerge da parte inferior da casa, era o aviso que o tempo acabou.

Desço e vou caminhando reflexivo sobre os paralelepípedos da Sotero Reis, pensando se deveria me internar na UTI do Souza Aguiar.

Quando chego alcanço meu carro, desencano da paranóia. Afinal, ela mora na rua, mas é gostosa!...

Foda-se!

Dante
Imagem
.
Imagem
Avatar do usuário
DANTE
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
ADMINISTRADOR DO FORUM HOT-FORUM
 
Mensagens: 243
Registrado em: 17/02/2008 10:42:51

Mensagempor ASTURIAS » 21/06/2008 16:01:05

Dante,

Quando parece que já vimos e já ouvimos de tudo na VM eis que surgem pérolas como esta e só mesmo você para descobrí-las!

[]'s

ASTURIAS.
Avatar do usuário
ASTURIAS
EX-COORDENADOR DO FSD
EX-COORDENADOR DO FSD
 
Mensagens: 780
Registrado em: 08/06/2007 15:59:10
Localização: RJ

  • Quem está online
  • Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante

Voltar para Termas, Boites e Vila Mimosa - Rio de Janeiro

cron